• D.Sc.Engª

    Jacqueline Rutkowski

    Diretora Presidente

    Engenheira Mecânica (UFMG/ 1985), Doutora (PEP-COPPE/UFRJ/ 2008) e Mestre (PEP- EE/UFMG/ 1998) em Engenharia de Produção, consultora nas áreas de gestão social e gestão estratégica, organização do trabalho, gestão e produção em empreendimentos econômicos solidários, planejamento estratégico participativo, desenvolvimento local sustentável, qualidade e produtividade. Foi professora e pesquisadora do Departamento de Engenharia de Produção da Escola de Minas da UFOP/ MG entre 2000 e 2005, onde também exerceu os cargos de Pró- Reitora de Planejamento e Pró-reitora adjunta de Planejamento (2003/2004). Participou do Conselho Consultivo da Fundação Banco do Brasil – FBB (2004/2008) e foi assessora especial da Secretaria de Comunicação e Gestão Estratégica da Presidência da República (2004/2005) e chefe de gabinete da Presidência da BHTRANS - Empresa de Transportes e Trânsito da Prefeitura Municipal de Belo Horizonte (1995/ 2000). Pesquisadora do tema da Economia Solidária e da metodologia da Pesquisa-Ação, trabalha com metodologias participativas no apoio ao cooperativismo popular, associativismo produtivo e desenvolvimento sustentável.

  • Vassily Rolim

    Diretor Financeiro

    Formado em Engenharia de Minas pela UFMG em 1980, mestre em Geologia na Universidade Federal do Rio de Janeiro em 1992; e doutorado em Geologia Econômica em andamento na UFMG;

    11 anos como professor do Departamento de Geologia da UFMG atuando com professor de Prospecção e Exploração Geologia, Geologia Estrutural e Geofísica entre 1983 e 1994;

    Professor visitante do Departamento de Geologia da UFOP de1989 a 1994, no curso de Pós-graduação em Geologia Estrutural e Geotectônica, durante o convênio UFOP-PETROBRÁS;

    20 anos de experiência como consultor em pesquisa mineral, geologia e mineração, tendo trabalhado para empresas como a BHPBilliton, Ferrous Resources, Mirabela, Anglo American, MMX e Vale.

    Atualmente diretor geral de exploração e novos negócios na Vicenza Mineração.

  • Maria Auxiliadora Drumond

    Bióloga pela Universidade Federal de Minas Gerais (1984), especialista planejamento de áreas protegidas pelo Centro Agronómico Tropical de Investigación y Enseñanza (Costa Rica), mestre e doutora em Ecologia, Conservação e Manejo da Vida Silvestre pela Universidade Federal de Minas Gerais. Consultora em gestão de áreas protegidas, planejamento participativo e uso sustentável de recursos naturais. Foi funcionária da Fundação de Desenvolvimento do Pantanal (1984-1985) e do Instituto Estadual de Florestas de Minas Gerais (1986-1996). No IEF participou da coordenação dos cursos de Administração e Manejo de Unidades de Conservação (pós-graduação lato sensu IEF-UEMG) e Capacitação para Guarda-Parques (IEF), onde ainda ministra disciplinas de planejamento de unidades de conservação. Ministrou cursos sobre técnicas e ferramentas participativas de diagnóstico no âmbito do Programa Áreas Protegidas da Amazônia (ARPA), pela GTZ, em vários estados da Amazônia. Em 2002, publicou o Manual de Técnicas Participativas para Envolvimento Comunitário no Manejo de Unidades de Conservação. Atualmente coordena o Projeto Minhocuçu, que visa o uso sustentado desse oligoqueto, na região central de Minas Gerais. Em 1997, coordenou a Oficina sobre Gestão Participativa em Unidades de Conservação, pela Fundação Biodiversitas, MG e organizou os anais do evento, publicados em 1998. Coordenou a Avaliação Ecológica Rápida no plano de manejo do Parque Estadual da Serra do Mar (pelo Instituto Ekos Brasil). Uma das responsáveis pela aplicação de métodos de medição da efetividade de gestão junto ao Programa ARPA, nos anos de 2005, 2006 e 2007. Como consultora do WWF-Brasil, aplicou o método RAPPAM (avaliação rápida de efetividade de gestão), junto a 245 unidades de conservação federais e dos estados do Acre, Amapá e Mato Grosso. Uma das organizadoras da publicação WWF-Ibama (2007), Efetividade de Gestão das Unidades de Conservação Federais do Brasil.

























  • Lorena Cristina Lana Pinto

Currículo: http://lattes.cnpq.br/4095677033006406

Graduada em Ciências Biológicas e mestre em Ecologia de Biomas Tropicais pela UFOP em 2005-2011, onde trabalhou com comunidades rurais e educação ambiental. Atualmente, cursa o doutorado pelo Programa de Pós-Graduação em Ecologia, Conservação e Manejo da Vida Silvestre da UFMG, onde desenvolve pesquisa sobre uso sustentável de frutos do Cerrado como fonte de geração de renda. Atua desde 2012 juntamente aos projetos de pesquisa e extensão: “Viabilidade do uso do pequi (Caryocar brasiliense) como fonte de renda para a comunidade quilombola de Pontinha” e “Uso do pequi (Caryocar brasiliense) como fonte de renda para a comunidade quilombola de Pontinha”. Possui experiência na área de Sistemas Socioecológicos, Etnoecologia, Educação Ambiental e comunidades rurais. No Instituto Sustentar, coordena o projeto “Capacitação e Beneficiamento de Pequi na Comunidade Quilombola de Pontinha”.


  • Irla Paula Stopa Rodrigues

Currículo: http://lattes.cnpq.br/6821883476245260

Graduada em Ciências Biológicas Licenciatura pela UFMG em 2013, atualmente em continuidade de estudos para o título de bacharel no mesmo curso e instituição. Durante o curso trabalhou com pesquisa em microbiologia e imunologia, além de projetos de extensão com Educação Ambiental, planejando e ministrando oficinas no Projeto Escola Integrada. Desde 2013 atua em pesquisas no quilombo de Pontinha, onde desenvolve atividades nos projetos de “Viabilidade e uso do pequi (Caryocar brasiliense) como fonte de renda para a comunidade quilombola de Pontinha” e também no “Projeto Minhocuçu: conservação e uso sustentável do minhocuçu Rhinodrilus alatus em Minas Gerais”, a partir de 2014. No Instituto Sustentar, trabalha no projeto “Capacitação e Beneficiamento de Pequi na Comunidade Quilombola de Pontinha”.


  • Adriana Assunção de Carvalho

Currículo: http://lattes.cnpq.br/1325673257170142 

Formada em Ciências Biológicas/Licenciatura pela Universidade Federal de Minas Gerais e mestre pelo Programa de Pós-Graduação em Ecologia, Conservação e Manejo da Vida Silvestre pela mesma universidade. Atualmente é coordenadora do subprojeto "Manuelzão vai à escola" que desenvolve atividades de Educação Ambiental em escolas da bacia do rio das Velhas. Foi professora-formadora do programa "Escola da Terra" de formação continuada de professores de classes multisseriadas de escolas do campo e orientadora de aprendizagem da turma de Ciências da Vida e da Natureza da Licenciatura em Educação do Campo - FAE/UFMG. Possui experiência em trabalhos de cunho socioambiental, atuando atualmente pela ONG Instituto Sustentar no “Capacitação e Beneficiamento de Pequi na Comunidade Quilombola de Pontinha”.


  • Dúlio Garcia Sepúlveda

Currículo: http://lattes.cnpq.br/6643779322781300

Graduado em Zootecnia (Universidade Federal de Viçosa), especialista em Administração e Manejo de Unidades de Conservação (Universidade Estadual de Minas Gerais), mestre em Gestão e Auditorias Ambientais (Universidade de León) e doutorando em Sustentabilidade Social e Desenvolvimento (Universidade Aberta de Lisboa). Possui experiência em elaboração e coordenação de planos de manejo de áreas protegidas, licenciamento ambiental, planejamento e ordenamento territorial, elaboração e desenvolvimento de projetos socioambientais e relações comunitárias. Trabalha também com análise de cenários em projetos agrosilvipastoris e minerários, atuando principalmente na área de socioeconomia em projetos de capital e planos de fechamento de mina.